quinta-feira, 26 de maio de 2011

Nossa escola... Nossa vida!

Na Escola Dinorá Brito, (Brasil) há muitas oportunidades, tanto para a vida profissional quanto na vida pessoal.
Temos várias palestras, cursos, campeonatos de futebol, handebol, voleibol e basquetebol entre as classes e também entre outras escolas.Temos projetos para melhorar a qualidade de vida das pessoas,  como plantar, separar e reciclar o lixo.
O Brasil é um país de muitas culturas e costumes,  mas igual a  outros países,  também enfrentamos problemas como, a  fome, enchentes, pessoas sem lugar pra morar, o crime organizado, trafico de drogas e armas.
Mas mesmo assim somos um povo alegre e feliz, procuramos viver bem. ( Katarina 8A)
Aline => Como a Katarina já falou, na Escola Dinorá acontece muitas coisas legais, mas muitas pessoas ainda falam que a Dinorá é uma escola com muitos problemas. Mas as pessoas que estudam aqui estão fazendo a diferença, estão tentando mudar isso, não só os alunos mas os professores também ajudam muito, todos que estão aqui temos o mesmo pensamento: ensino de qualidade!


Maiara => O Brasil é um país com muitas misturas étnicas, as pessoas são diferentes e de todas as  cores, e por isso acho que em nosso país o racismo é mais leve, disfarçado, é claro que  isso não significa que não tem. Aqui a  educação  é para todos e só não estuda quem não enxerga as oportunidades.
Temos muitas  atividades na escola, temos intercalasse e projetos para o Meio Ambiente. Projetos de recuperação e leitura.
 


quarta-feira, 18 de maio de 2011

Evento na Escola de Professores do Futuro / GAZA







Evento  realizado em Moçambique, na provincia de GAZA, na vila de Nwachicoluane, proximidades de Chókwe, organizado pela EPF - Escola de Professores do Futuro / GAZA. Foram plantadas árvores frutíferas do tipo Tangerineira, Larangeira, Ateira, Cajúeiro, Coqueiro, Mangueira e Abacateiro além de Eucalípto e outras árvores  para ornamentação. Num total foram plantadas 500 mudas. Participaram do evento os responsáveis das Escolas Primárias que a EPF trabalha lado a lado, além da comunidade, os próprios estudantes e docentes da instituição, alcançando cerca de 300 pessoas.

Foi um grande evento! A alegria foi contagiante, era fácil identificar nos rostos dos participantes a satisfação pelo evento, que com toda certeza, ficará na memória da EPF, com muitas apresentações culturais preparadas pelos estudantes e motivação na hora do plantio - ENO TREE PLANTING DAY  (Rede global para Sustentabilidade do planeta)  realizado à convite da Escola Dinorá, Brasil.  A Escola Dinorá também participará do plantio junto  à  outras escolas em mais de 150 países. 

Paulo Marcos Borges Filho

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Interatividade (1)

Diversidade na Escola  ( em construção )

Alunos da Escola Dinorá, Brasil

Ingrid 8A  ( inserir o texto aqui)

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Língua Portuguesa: Brasil x Moçambique


O português é a língua oficial e primária de Angola, Brasil, Portugal, São Tomé e Príncipe e Moçambique.

A língua portuguesa é também a língua oficial de Cabo Verde, da Guiné-Bissau e uma das línguas oficiais da Guiné Equatorial (com o espanhol e o francês), de Timor-Leste (com o tétum) e de Macau (com o chinês). É bastante falado, mas não oficial, em Andorra, Luxemburgo, Namíbia e Paraguai. Crioulos de base portuguesa são as línguas maternas da população de Cabo Verde e de parte substancial dos guineenses e são-tomenses.

O português é falado por cerca de 190 milhões de pessoas na América do Sul, 16 milhões de africanos, 12 milhões de europeus, 2 milhões na América do Norte e 330 mil na Ásia.

Fonte: Wikipédia




sexta-feira, 22 de abril de 2011

Interatividade

Olá a todos vocês ai no Brasil,


Somos um grupo de estudantes da EPF (Escola de Professores do Futuro), e fazemos uma preparação de 1 ano para sermos professores em escolas primárias de Moçambique. Aqui na EPF somos ao todo quase 200 alunos, mas somos divididos em 4 grupos, para facilitar os trabalhos. Desta maneira, como forma de identificação, cada grupo possui seu nome, o nome do projeto, portanto somos membros do Porjeto Armando Guebuza (como uma pequena observação, os quatro projetos possuem nomes de presidentes de Moçambique).

Aqui vivemos em um internato, fazemos todas nossas atividades sem sair da escola, durante todo período do curso. Em geral nos temos muitas afazeres, mas também conseguimos tempo para nos divertimos. Praticamos esportes como futebol (tanto masculino como feminino), voleibol, basquetebol, e um esporte brasileiro, a capoeira, sem esquecer do momento de tranquilidade sentado em uma sombra jogando dama. Temos também um grupo de coral, e muitos participam, gostamos muito de cantar. No mais, temos durante todos os sábados a Noite Cultural, no qual preparamos algumas atracões, apresentações, e depois temos muito tempo para dançarmos e nos divertir junto com todos os colegas.

Além disto, nos momentos em que temos finais de semana livre e podemos ir a nossas casas, temos outros tipos de diversão, como ir a discoteca, dar um passeio com a dama (namorada), ir ao cinema, praia, mas em geral, procuramos algum lugar para encontrarmos diversão, e mesmo não havendo cinema em todos os lugares, então tentamos encontrar um lugar para dançarmos e estarmos em contato com outros jovens.

Temos outros tipos de jogos, que são conhecidos por nós, possivelmente como um nome regional, mas pode ser conhecido por vós por outro nome. Jogos como Ntchuva, Neca, Manthocozana (jogo de pedrinha), Mbata (pular a corda).

Além do mais, queríamos dizer que África é um continente como qualquer outro, com inúmeros países, e cada qual com sua cultura e seus aspectos, e Moçambique não é diferente, possui suas culturas e seus costumes, e que podem ser encontradas diferenças de acordo com determinadas regiões também.

Em relação se temos vontade e curiosidade de ir ao Brasil, de conhecer mais sobre este país, com certeza, temos muita curiosidade, e seria muito bom ser pudéssemos trabalhar desta maneira. Nós do Grupo Malangatana e do Grupo Maria da Luz (dois grupos que se divide dentro de nosso projeto Armando Guebuza), temos muitas curiosidades sobre o Brasil, e principalmente para saber um pouco mais da realidade brasileira além dos noticiários que acompanhamos, e também conhecer um pouco mais sobre a diversidade cultural que é encontrada no Brasil.

No mais, depois de termos tentado responder algumas das questões feitas por vós, também temos nossas curiosidades. Aqui em Moçambique temos a transmissão da Rede Record, e assistimos muitos noticiários, portanto, nossa dúvida é em saber qual o nível de realidade retratada nestes noticiários, tendo em vista que 90% das notícias são retratadas da violência no Brasil, favelas, tráfico, drogas, mortes em guerras de favelas, mortes no trânsito, enfim, em que ponto isto é verdade, e se realmente o Brasil é somente violência como é mostrado.
Sabemos também que o Brasil é um país falante da língua portuguesa, e nos temos uma dúvida em saber se além de Moçambique, vocês já ouviram falar de outros países que falam português como nós.
Por falar em língua, além do português, ai no Brasil vocês falam outras línguas (dialetos) como aqui em Moçambique?
Queríamos saber também como vocês encaram os estudos, e até que ponto vocês acham isto importante para a vida de vocês?
Uma outra questão no memento é saber em relação ao HIV, se é grande a taxa de mortalidade ai Brasil.

Encerrando, gostaríamos de dizer que estamos bem felizes por participar deste projeto, e esperamos conhecer mais sobre vocês e sobre este grande país que o Brasil. Todos nós do Projeto Armando Guebuza da EPF, mandamos lembranças e desejamos uma ótimas Páscoa! XD

PS.: A foto virá depois por motivos de low internet! hehe

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Momento de Estudo


Estudantes da EPF – Escola de Professores do Futuro, em momento de estudo, com atividades em grupos e preparações para a semana de exames, onde vão poder colocar a prova seus conhecimentos e o nível em que se encontram em relação a toda a preparação para serem futuros professores.

domingo, 10 de abril de 2011

Coleção História Geral da África - Download


Publicada em oito volumes, a coleção História Geral da África está agora também disponível em português. A edição completa da coleção já foi publicada em árabe, inglês e francês; e sua versão condensada está editada em inglês, francês e em várias outras línguas, incluindo hausa, peul e swahili. Um dos projetos editoriais mais importantes da UNESCO nos últimos trinta anos, a coleção História Geral da África é um grande marco no processo de reconhecimento do patrimônio cultural da África, pois ela permite compreender o desenvolvimento histórico dos povos africanos e sua relação com outras civilizações a partir de uma visão panorâmica, diacrônica e objetiva, obtida de dentro do continente.
A coleção foi produzida por mais de 350 especialistas das mais variadas áreas do conhecimento, sob a direção de um Comitê Científico Internacional formado por 39 intelectuais, dos quais dois terços eram africanos.
Brasília: UNESCO, Secad/MEC, UFSCar, 2010.
Download gratuito (somente na versão em português):
Informações Adicionais:
Fonte: UNESCO

sábado, 9 de abril de 2011

Nwachicoluane, Moçambique

Escola Primária em Nwachicoluane, Gaza, Moçambique *

* Imagem de Pedro de Moraes, conheça seu trabalho  AQUI